Resenha: Ethernia, Legend of Raython #1, por Kmila Zaoldyeck ♥

Primeiro: [AAAAAAAAAAAAAA]³
Segundo: Phyreon, eu te amo, estou declarando meu amor imortal por você aqui e você é um lindo e eu te amo apesar dos seus defeitos e das suas frustrações e eu supero até esse seu ataque de nostalgia sobre a falecida porque eu te amo imortalmente e estou disposta até mesmo a te amar platonicamente <3

Pronto, agora posso fazer minha resenha.

Sabe quando você se envolve cada vez mais na história e cada capítulo te deixa com ainda mais vontade de continuar lendo? Pois é assim que Ethernia me fez sentir. Teve partes nas quais eu fiquei me sentindo toda sentimental, outras que eu ri tanto que quase chorei (principalmente nas partes em que o Lothus aparecia) e eu adorei o jeito que a Kmila Zaoldyeck a diva criadora do meu amado e idolatrado Phyreon *suspiros* escreveu o livro. Sério editoras, olá? Vocês não veem o potencial aqui? Ou teremos que entupir suas caixas de entradas e encher o saco de vocês até que vocês gritem pro inferno e publiquem Ethernia para que possamos ter o Raikou e a Elektra e o Phyreon *-* nas nossas estantes?
Enfim. Eu me disperso demais pra escrever resenhas aqui.
Voltando, eu consigo visualizar muito bem Legend of Raython sendo um anime. Na verdade, a história toda me lembra muito os desenhos japoneses (e não é só pelo nome dos personagens) pelo clima e, principalmente, por ter um enredo cheio de reviravoltas e tantos personagens marcantes. Eu não imagina no começo do livro que a Elektra possuía sentimentos e nem sonhava que a Marine ia se tornar tão importante para a história. E esses vilões? O que são esses vilões? O Lothus me fazia rir simplesmente toda vez que aparecia em cena com sua pose toda "HARRIS!" e seus chiliques. Harris e Won - com suas tramas tão alienadas e mesmo assim tão lindas. E o Phyreon - OMG - é o pai mais perverso e sem coração da face da terra, mas ele provou se importar com aqueles que ama. Mesmo que ele tenha que matar essas pessoas. E mesmo com essa fixação absurda pela falecida, ele é um bom pai - olha só o que deu a Elektra. Pelo menos ela não corre chorando ao menor sinal de ataque. Pelamor, ela arrancou o braço do próprio tio (AKA, Lothus, o irmão fodão do Phyreon) quando tinha 10 anos. 10 anos, darling, digere essa. Tipo. EU TE AMO, PHYREON!  
Certo, agora me lembrei que tenho que focar na história. Você acha que eu não consigo ficar sem mencionar o nome do Phyreon por um paragráfo? Eu consigo, oks. Mesmo que isso consuma toda a minha concentração. Certo. Vamos lá
Ethernia tem uma história intrincada, um quebra-cabeça grande que em várias partes nos faz ficar dialogando com nosso subconsciente coisas como: "Não, ele NÃO PODE fazer isso!" "Não, ela não vai... ELA FOI! :X" ou variações. Por isso que após cerca de cinco capítulos eu aprendi a esperar o inesperado e mesmo assim me surpreendi porque tudo o que eu achava que de maneira alguma aconteceria, sempre acontecia. Tipo a Elektra ter sentimentos. E o Phyreon ter um coração. E Raikou ser... Rá, não vou dar spoiler. Mas posso garantir que o final é inesperado. Tipo, mesmo. Você fica esperando alguém fazer alguma coisa, um raio cair na cabeça do referido, mas você fica de cara, boquiaberto, pasmo e fica "Wow, que foda" e aí acaba o livro e você tem vontade de esganar a autora conhecida como Kmila Zaoldyeck pela continuação.
Mas né, enfim.
Eu podia ficar aqui até estourar o número de caracteres da postagem (nem sei se tem um limite) e não ia conseguir expressar toda minha devoção ao Phyreon a série. Portanto, se você tem vergonha na cara e uma reputação a zelar, faça o obséquio de ir até o blog Thunders Empire ler o livro Ethernia.

Comments
13 Responses to “Resenha: Ethernia, Legend of Raython #1, por Kmila Zaoldyeck ♥”
  1. EI DONA AMANDA STEILEIN! PHYREON É MEEEEEEEEEEEEEU! Eu vou casar com ele! u.ú A gente até vai marcar a data do casório! :33 Num instante ele esquece da falecida! HAHAHAHAHHAHA '

    Ethernia é fodáástico! Õ// Maldição é ainda melhor! Me dá até nos nervos de saber como vai ser Profecia! *0*

  2. Heeeey! O Phyeron é de quem?? HÁ HÁ! ¬¬' ele é meu! meeeu. E MEU!

  3. É pra brigar? Porque pelo Phyreon eu sou capaz de tudo, T-U-D-O, ouviram?? Er, leram?? u.u

    Ethernia é tão fodástico que eu fico até sem adjetivos pra dizer o quanto eu gostei *-----*

  4. não me esgane pelo amoooooor O____O
    Ou então não tem Profecia. Posso adiantar com 150% de precisão que Phyreon em Profecia será 487854566 X 10^789 vezes mais foda que em Ethernia. u__ú


    E... Amanda, minha filha, essa sua resenha me surpreendeu de um jeito que você não tem ideia!
    Eu nunca pensei que meu patinho feio fosse assim! Surpreendente, foda, engraçado, tudo junto! *----*

    aaaaaa não vou cansar de ler isso pro resto da minha inutil vidinha!! *---------------*

  5. Mais uma nota: A coisa toda era enredo de mangá, mas sacomé né. Preguiça + Desenhos horrorosos = Ah, deixa livro mesmo sow, mais fácil.

  6. Amanda says:

    Ahhh eu to maluca pra ler o livro da Kmila!
    Ele tá aqui só aguardando a vez...
    E de tanto falarem no Phyeron, eu já estou apaixonada antes de conhecê-lo shaushuas
    Adorei a resenha. Mesmo. Me deixou ultra empolgada!

    Beijão

  7. Amanda Steilein me desafiando?? HOHOHO! Tia Sednaa... Iuuuhuu! Tem uma pessoinha aqui querendo falar contigo. Acho que ela quer algo que é meu. u.ú Oi? Sim, sim. Aquela que eu fiz a resenha do livro. Hã? Ah! Você quer congelar ela? Se ela quiser roubar o Phyreon... pode transformar em picolé! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK '

    #BRINKS =P

  8. Se quiser pode pegar a Julis também. U.Ú Mas espera as provas passarem primeiro... Ou então a gente não vai conseguir achar ela em casa! :/

  9. Não posso deixar ele ler esses comentários. ¬__¬

    O ego dele vai inflar mais ainda, se isso é possível.

  10. Ah Kmila o livro é ótiiiimo mesmo, não tô falando nenhuma mentira *-*

    E Dona Pamella, quer realmente que eu ressucite meus dragões e coloque eles e os Corrompidos atrás de você? Hein, hein? Eles acabam com a Sedna rapidinho! #brinks

    Se o Phyreon ver isso vai se achar pela eternidade. Literalmente.

  11. Eu não tenho uma fixação absurda pela minha esposa.
    Certo, talvez um pouco.



    Bem pouco.




    Claro que sou um bom pai, oras. Não muito presente, mas enfim.

    Bem, Amanda, há um lugarzinho para você no meu bordel, reservadinho. Como você se mostrou tão apaixonada...

    Ah, ver vocês todas rasgando calcinha por minha causa é tão - mas tão - gratificante, claro...

    E sem ciúmes, tem Phyreon pra todas.



    (acreditam que eu só vi isso hoje? Alguma mortal não me contou sobre isso... ¬_¬)

  12. Leram o que a mortal disse? Estou epicamente foda em Profecia, com certeza.


    Apesar de algumas coisas.
    detalhes, detalhes.

  13. *respira, respira*

    EU TE AMO PHYREON, OWN.

    E fico feliz que tenha um lugar pra mim lá, ai. E vou considerar 'coração' também *-*

Leave A Comment